JALON participou na I Cimeira das Comunidades Energéticas da UNEF

News

22/05/2024

JALON participou na I Cimeira das Comunidades Energéticas da UNEF

JALON_Spain_Evora_Piet

No final de abril, participámos na I Cimeira das Comunidades Energéticas da UNEF, onde Piet Holtrop teve a oportunidade de apresentar o projeto JALON.
Especificamente, ele estava na mesa com o tema:
– Promover uma Comunidade da Energia nas zonas rurais: barreiras e oportunidades.

Sobre a sua participação contou:

“A nossa mesa consistiu numa série de apresentações de diferentes projetos de Comunidades de Energias Renováveis em Espanha e Portugal.
A primeira apresentação foi feita por Santiago Martínez, da Energía del Pallars Jussà, uma CER na região dos Pirinéus Catalães. A sua experiência foi prejudicada pela falta de agilidade das administrações locais.

A experiência seguinte foi contada por Alexis Agramunt, o fundador da Comunidade de Energia Els Valentins, da aldeia de Comenval. Alexis é também o Presidente da Câmara da cidade em questão e deu-nos um bom exemplo do papel positivo que a administração local pode desempenhar.

A terceira apresentação foi feita por mim, Piet Holtrop, advogado na Holtrop Legal in Energy Transition – como parceiro do projeto europeu JALON. Centrei a minha explicação na importância de obter uma massa crítica no meio rural em risco demográfico. Destaquei o carácter de base da Cerca enquanto cooperativa local, cujos fundadores procuraram ajuda junto dos parceiros do projeto JALON.

Reforcei que era uma das razões pelas quais este projeto obteve a pontuação máxima no seu quadro LIFE. Neste sentido, destaquei o JALON como um projeto que realmente une a importância da participação dos cidadãos, dos autarcas e da administração local em geral. Salientei também as reuniões dos passados dias 13 e 14 de março, em Bruxelas, onde o binómio Sujeito (CER) e a atividade (Autoconsumo), e os desafios que daí advêm, foram claramente delineado. Esplaneei-o em profundidade durante a apresentação, e também à margem, com os participantes da Cimeira.

Lorena Torres, vice-presidente do EnVerde – Proyecto, que é um germinador de Comunidades Energéticas para a Extremadura, tanto para zonas rurais como urbanas. O seu objetivo é promover uma transição energética sustentável e socialmente justa. Explicou que se trata de uma iniciativa criada pela EnVerde, uma cooperativa extremenha de consumidores de energias renováveis, em resposta à solução do projeto RIPEET na Extremadura.

José Luís Pascual, Diretor-Geral do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial Duero – Douro (AECT Duero – Douro), encerrou a nossa mesa com uma explicação muito apaixonada, contando como retomaram o controlo da sua energia de forma transfronteiriça, sem receio de enfrentarem o poder das companhias elétricas dominantes.

Tivemos a oportunidade de atualizar sobre muitos tópicos. Um tema particularmente interessante é a transposição da diretiva das energias renováveis nesta área. Durante a reunião dos contratantes do Programa LIFE para a Transição para a Energia Limpa”.

Joana Penderlico
Posts made: 32